Sou psicólogo e daí ?

 Ms. Amilton Martins dos Santos

amilton@conhecereagir.com.br

 

        Este texto tem como objetivo fazer uma reflexão sobre a imagem que muitas pessoas possuem a cerca do psicólogo.

 

        Desde a graduação somos vistos como aqueles que sempre tem uma resposta na ponta da língua para todas as dificuldades humanas. Qual psicólogo nunca passou pela seguinte situação: encontra um amigo na rua e ao lhe perguntar como vai, ele começa:

"- mais ou menos..., ainda bem que te encontrei, eu estou tendo uma problema com meu filho mais velho, ele tem sido agressivo com o bebê e feito muito birra, eu e minha mulher já não agüentamos mais, estamos tão irritados com a situação que já estamos até brigando..."

e por aí vai!!!!

 

        Pois é!!!! esse tipo de situação é muito comum na vida de um profissional da psicologia, e surge daí duas questões:

 

    1º - o que fazer numa situação dessa? como colocar limite nas pessoas para que isto não ocorra?

    2º - será que as pessoas acreditam que temos respostas para tudo?

 

        Quanto a primeira questão imagino que em primeiro lugar é preciso que o psicólogo saiba qual seu papel como profissional, e que talvez ele deva colocar limite no próprio comportamento, pois é comum esse tipo de situação acontecer, porém se você colocar limites desde o início as pessoas tenderão a parar com esse comportamento. É importante que o profissional tenha claro que ele não é conselheiro, e que em algumasituações  o que as pessoas estão necessitando é de uma intervenção psicoterápica ou mesmo de orientação técnica, portanto não é um "papinho" de 5 ou 10 minutos que irá resolver o problema. Talvez o feitiço vire contra o feiticeiro, a sua sugestão não seja bem compreendida e o seu amigo ainda fale que psicólogo não serve para nada, pois fez o que você orientou e não teve  o resultado esperado. Cuidado com esse tipo de situação!!!

 

        Quanto a segunda questão, o que vejo é que realmente muitas pessoas acreditam que temos todas as respostas! Mas isso traz um sério problema, pois nos colocam num patamar superior e exigem que nos comportemos como tal, sendo assim não podemos errar, não podemos sofrer, não podemos ter desejos, não podemos ser HUMANOS! Já pensou o que é isso? Muitas vezes me senti sendo colocado no papel de um ser de outro planeta e que além de tudo tem alguns poderes o que me torna SUPER, mas na realidade sou humano como todos.

 

        Seja você profissional de psicologia ou leigo, pensem até que ponto nós psicólogos somos tão diferentes?

 

        Sou psicólogo e daí?

 

        Com isso quero dizer que antes de ser psicólogo sou um ser humano como qualquer outro, com a diferença que estudei e me preparei para ajudar na mudança de comportamento das pessoas.

 

        Assim como qualquer outra pessoa, tenho fantasias, desejos, sonhos,dificuldades, falhas, etc, porém tenho coragem de olhar e reconhecer estas características para aprender a lidar com elas e assim poder ajudar as demais pessoas, mas isto não me faz ser superior a ninguém, apenas me prepara para exercer minha função na sociedade.

 

Caso você tenha interesse em ler sobre algum assunto relacionado à psicologia, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco e fazer sua solicitação.

 

     Para isto você pode nos mandar um e-mail

clinica@conhecereagir.com.br

Rua Itapeva, 518. Conjs 605/6. (11) 3262-4688

© 2015 by Conhecer e Agir

Conhecer e Agir Desenvolvimento Humano Clínica e Cursos S/S Ltda

Rua Itapeva, 518 - Bela Vista - São Paulo - (11) 3262-4688